Motor elétrico universal reduz custo dos elétricos

A Swindon Powertrain criou um motor elétrico universal de 108 CV que pode ser utilizado em todo o tipo de veículos. O objetivo é reduzir o custo de produção dos carros amigos do ambiente.

motor elétrico universal

Empresa britânica cria motor elétrico universal que promete reduzir custo dos carros elétricos

A história conta-nos que uma qualquer nova tecnologia, quando disponibilizada ao público, apresenta, quase que irremediavelmente, um preço elevado. Isto justifica-se, na maioria dos casos, pelos altos custos de produção, já que são ainda produzidas poucas unidades. Os carros elétricos enfrentam agora estas “dores de crescimento” típicas de uma indústria disruptiva.

Nos carros elétricos o “problema” está no motor. Como ainda não são produzidos em grande escala (como sucede nos motores a combustão) apresentam valores de produção elevados. Naturalmente, isso reflete-se no preço do produto final. Uma empresa britânica procura debelar este problema. Como? Com a construção de motores elétricos universais.

A ideia passou por criar um motor capaz de funcionar em diversos veículos (SUV, desportivos, comerciais…) de diferentes marcas. Desta forma, a criação de motores desenhado exclusivamente para um determinado modelo, à medida, deixa de ser assunto (e o valor poupado pelas marcas, tanto em mão-de-obra como em materiais, até pode ser realocado em outro tipo de inovações). É também uma forma de marcas mais pequenas, com dificuldades de produção, entrarem no mercado dos automóveis elétricos.

E não falamos de um motor qualquer, bem pelo contrário. Em causa está um com 108 CV que não acrescenta mais do que 70 quilos ao peso total do carro. A empresa em questão, a Swindon Powertrain, fornece um kit com todo o material necessário para  montá-lo diretamente no veículo. O kit vem com inversor, transmissão de velocidade única e sistema de refrigeração.

Motor elétrico universal da Swindon Powertrain chega ao mercado em junho de 2020

Ainda que acessível, os responsáveis da empresa britânica esclarecem que este kit se destina, numa primeira fase, a pequenos fabricantes de automóveis. “Esta unidade destina-se a construtores frustrados pela falta de motores elétricos potentes disponíveis para compra em baixos volumes”, informaram, em comunicado.

Com esta inovação será também mais simples eletrificar um veículo térmico, substituindo o motor de combustão. Dada as suas dimensões reduzidas, pode também apresentar-se como um segundo motor, transformando o carro num híbrido.

A boa notícia é que este motor, com 80 kw, chegará ao mercado em junho de 2020, não se sabendo ainda qual o preço. No entanto, uma vez que uma das premissas da empresa é a redução do custo de produção dos carros elétricos, é esperado um valor competitivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *