Aston Martin DB6 convertido a elétrico

Aston Martin DB6 convertido a elétrico

No ano passado, em 2018, um dos maiores clássicos e mais relevantes carros da história foi convertido a veículo elétrico.

Em 2018, Paul Spires, presidente da Aston Martin Works Limited, deu inicio à conversão elétrica de um dos seus modelos de carros mais emblemáticos, o Aston Martin DB6.

Todo este processo decorreu com o maior cuidado, não sendo danificado o veículo, nem feitas alterações à sua estética. Segundo Paul, o carro sofreu apenas um “transplante de coração”.

Apesar da sua conversão a veículo elétrico, este é um processo reversível. Ou seja, se o cliente no futuro quiser voltar a ter o carro com as suas características iniciais (motor, tanque de combustível, etc), poderá fazer esta alteração.

Como surgiu esta ideia?

Esta ideia surgiu da vontade de dar oportunidade às gerações futuras para usufruirem de carros clássicos, de uma forma mais sustentável.

Ao longo dos anos, temos notado que as pessoas procuram soluções cada vez mais simples. Os veículos elétricos trazem esta simplicidade e a ideia de Paul era passar isto para um dos seus modelos mais antigos, dando-lhe uma nova vida para não cair no esquecimento e dar continuidade à sua história.

Com as mais recentes políticas de redução de CO2 implementadas nas capitais, certos veículos produzidos antes do ano 2000 passaram a não ter premissão para entrarem nestas cidades. Esta conversão veio mostrar que pode ser dada uma nova vida a estes veículos, para que não se tornem apenas acessórios de exposição.

Uma das características mais icónicas deste carro é o som que produz. A aspiração da marca é conseguir reproduzir este som através dos tubos de escape, que foram preservados, para que quando o carro for conduzido no futuro, não seja preceptível que é um VE.

Segundo Paul Spires, curiosamente não houve grande oposição a esta ideia. Ao apresentá-la, uma parte do seu público expressou que no futuro também teria interesse em fazer esta mudança para energias mais limpas, preservando os seus veículos clássicos.

Relativamente ao valor do carro, ainda não foi calculado. No entanto sabemos que, préviamente a estas alterações, o carro tinha um valor de 1,5 milhões de libras.

Breve história

O Aston Martin DB6 foi fabricado entre 1965-1970 (período de fabrico mais longo na história da marca), sendo que apenas restam 38 carros deste modelo.

Apresentado pela primeira vez no London Motor Show, em 1965, o DB6 tem bastantes semelhanças comparativamente com o seu atecessor DB5, sendo que as suas diferenças mais notáveis são a distância entre os eixos, o perfil lateral, o pára-choques frontal e traseiro e os painéis traseiros.

Curiosidade: No seu 21º aniversário, o Principe Charles recebeu um
Volante MkII, baseado no DB6. Este foi oferecido pela sua mãe, a rainha
Elizabeth II, de Inglaterra.

Referências:

Wikipédia: https://en.wikipedia.org/wiki/Aston_Martin_DB6

Youtube: https://www.youtube.com/watch?time_continue=257&v=PREftlfZuXA&fbclid=IwAR1H28-PZs2FdR3f_rSf4_m_3CP1VzQqO2tHs9YH8X7QbFc642gjH5Zw4To